Do caminho

O caminho que você segue tem coração?
Era a pergunta que o xamã Don Juan dos livros de Carlos Castanheda fazia ao seu discípulo.
Tem um sentido profundo?
É uma fuga?
Uma distração?
Uma aventura?
Nada destas questões são certas ou erradas. A questão é que o caminho é reflexo do nosso interior, do nosso estado de espírito, e ao atravessá-lo, toda paisagem, circunstância ou fato que ocorrerem é um reflexo de nós mesmos, daquilo que projetamos mesmo antes da jornada.
Então, o caminho que você segue tem um coração?

Comentários

  1. Caro Kaká,
    Estive no seu 'refúgio', integrando o grupo da Marcia Tabone. Gostei muito da sua apresentação e práticas!
    Gostaria de colocar meu espaço (na região da Av. Paulista) a sua disposição para a realização de palestras, workshops etc. Façamos contato!
    Abraço fraternal,
    Amir Ashtaran
    ashtaran@hotmail.com
    www.corpusvitae.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. se tem coração? será que é esse fogo interno que expande o peito e irradia lançando micro-flexas de luz à partir da pele???? e sem euforia? apenas degustando a felicidade de uma prosperidade honesta e exata para o espírito de cada um??? Só sei que sinto que a brisa e o cantar dos pássaros iluminam o contato interno com o universo...mesmo que ali fora a vida agitada da cidade demonstre a insensatez dos homens...
    que meu coração tenha luz suficiente para tocar o teu coração...que nossos caminhos, então, se tornem melhores e mais profundos...
    Salve Don Juan Matus! Salve Flexa Dourada! Salve o universo! Obrigado Kaká...me conduzindo a essa dimensão em pleno dia de trabalho agitado...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

comente este artigo

Postagens mais visitadas deste blog

Quatro atitudes de paz que nos tornam ricos

COMO TORNAR SEU LUGAR SAGRADO