Mudando o mundo

Vocês sabem que os anciões são os conselheiros e professores de vida nas culturas ancestrais. Existe uma história do filho do cacique de uma aldeia antiga que procurou o ancião e perguntou:
- Aquele povo do outro lado do rio faz muitas coisas erradas, qual o melhor modo de corrigí-los? Uso a ibirapema? Flecha com curare? Ateio fogo na maloca?
- Antes de mais nada, é preciso mudar as coisas erradas que o nosso povo faz. Antes de julgar o que o outro lado faz, avalie o que este lado anda fazendo.
- Mas como eu faço para mudar as coisas erradas que a nossa aldeia faz?
- Corrigindo as coisas erradas que estão presentes na sua oca.
- Mas como eu faço para corrigir as coisas erradas da minha oca?
- Observe as coisas erradas que habitam em você, reflita sobre elas e corrija o que for preciso.
Naquele dia, depois da conversa com o ancião, filho do cacique procurou o seu pai e devolveu-lhe o arco e a flecha que havia recebido dele para atacar a outra aldeia.

Comentários

  1. Obrigado pelas postagens Kaká...um verdadeiro
    auxílo na nossa caminhada diária e mais!!
    Saudações musicais!!

    Domingos.

    ResponderExcluir
  2. Oi Domingos,
    são pílulas de aprendizados que vamos recebendo pelo caminho e que agora repasso.
    Kaká Werá

    ResponderExcluir
  3. Kaká. Gostaria muito de conversar com você a respeito de um trabalho que estou desenvolvendo sobre a visão dos povos indígenas em relação a coexistência com a natureza a pedido da Seicho-No-Ie do Japão.
    Marcos Rogerio Pinto
    marcos.rogerio@sni.org.br
    marcosrsvpinto@uol.com.br

    ResponderExcluir
  4. Kaká´
    Lemos "A terra dos mil povos" e foi muito bom.
    Somos um grupo de teatro, pesquisando a cultura indígena e gostaríamos de um encontro com você.

    Reinaldo Santiago

    email : ajjax@uol.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

comente este artigo

Postagens mais visitadas