Do perdão


Uma das atitudes mais difíceis na vida é a de perdoar.
Perdoar é passar uma borracha definitiva em situações, coisas ou fatos que nos causaram mal,
aparentemente promovido por outras pessoas.
Sim, nunca somos nós que causamos mal, sempre é o mundo inteiro que nos causa mal.
Este é um raciocínio que tenho e acho que muita gente tem:
O culpado é o outro, o mundo, a vida.
Mas hoje estou fazendo um exercício de pensar diferente!
Estou pensando que independente de estar certo ou errado por qualquer situação que tenha me causado mal, deixo de alimentá-la, perdoando.
Assim, libero essa energia preciosa que estava me condenando a culpabilizações e outras coisas mais, e a transformo em paz!
Paz á todos!
E que o Grande Espírito decida na sua infinita justiça e profundeza de visão,
o que fazer com o mal que julgamos ter sido feito a nós.

Comentários

  1. Oi Kaká! Muito verdadeira essa reflexão e já fiquei pensando muito no que seria perdoar de verdade...Mas, creio que consegui perdoar pessoas, situações e a mim mesma...Mas não é fácil e é um exercício e uma atitude que deve sempre ser relembrada e realizada de coração. Bom fim de semana!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

comente este artigo

Postagens mais visitadas