Uma coisa preciosa

Um homem foi visitar uma aldeia indígena no centro do Brasil.
Chegando lá, fez amizade com a comunidade e foi bem recebido pelos velhos e líderes.
- Vim aqui para ajudá-los, gostaria de começar conhecendo uma coisa que seja preciosa para vocês - disse o homem.
O cacique Ianacolá pediu então á um jovem para levá-lo e mostrar-lhe uma coisa preciosa.
O rapaz, futuro guerreiro da tribo, caminhou por uma trilha não muito longe dali e mostrou-lhe um pé de manga.
Enquanto o jovem olhava o pé de manga, ia se lembrando de todas as vezes que subiu na árvore para colher graúdas e deliciosas frutas, que emanavam seu aroma atraindo abelhas. Lembrava-se também dos seus amigos de infância que tantas vezes fizeram festa em volta da árvore, que até hoje possui em seu tronco a memória dos risos,das brincadeiras, das lambuzeiras nas mãos e nas bocas que somente as mangas são capazes...
De repente, a memória do jovem foi cortada pela observação do homem:
- É, realmente, isto pode ser uma coisa preciosa, mas para isso vocês terão que plantar mais mil dessas árvores. Para isso terão que abrir por essa floresta um espaço adequado e civilizado, devem também fazer um curso de gestão de negócios, além de aprender a tecnologia transgênica para produzir melhor muitos milhares de frutos. Assim, isto valerá ouro, e realmente será uma coisa preciosa!!!





Comentários

  1. Oi Kaka
    Estava gostando tanto da história, inclusive entrando nela por também fazer parte de minha infância subir numa mangueira majestosa da casa de minha avó...e ai, vc me aparece com esse homem cortando também minhas lembranças!!!
    Que pena...abraço
    Joana

    ResponderExcluir
  2. Pois é, e o pior é que esta história é verdadeira e me foi contada á mais de dez anos, quando eu fui ao Xingú.

    Kaká Werá

    ResponderExcluir
  3. Oi...
    Vim conhecer seu espaço, indicada pela Chris Ventura.
    Add vc e visitarei seu cantinho para conhecer um pouco mais das suas ideias daqui pra frente.

    Abraços...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

comente este artigo

Postagens mais visitadas