O lugar onde moramos é vivo

O espaço onde se estabelece uma casa é uma soma de diversas energias.
Algumas vem do sagrado poder da terra, que faz a luz do sol se manifestar em vida. E esta vida forma a aura de uma casa. Cabe aos moradores qualificar esta aura com boas energias, que, como uma árvore, crescerão e se multiplicarão.
Outras energias vem do sagrado poder do ar, que faz a aura da casa expandir e retrair, assim como o dia e a noite. mas o ar tem que circular, assim como quando respiramos, ou seja, não pode haver bloqueios em um lar, tudo tem que fluir, a cada corredor e a cada cômodo. Não entulhe seu lar!!!
Além disso, há aquelas energias que vem das emoções que brotam da família ou da pessoa que habita um local. A memória das emoções transpiram pelas paredes. Temos que prestar atenção nás emoções que entoamos, pois formam registros emanadores de intentos!!!
E há a claridade do dia e o cobertor da noite, que embala os lares. Existem pessoas que impedem a luz de entrar de dia e ligam todas as luzes á noite, subvertendo o ritmo natural do lar. Mal sabem que isto adoece a casa.
E por fim, nada vivifica tanto um lar quanto a presença das plantas, das flores, dos aquários, dos peixinhos, ou seja, dos nossos amigos da natureza!!!




4 comentários

Postagens mais visitadas