A natureza como caminho de cura


A NATUREZA COMO CAMINHO DE CURA INTEGRAL
NA VISÃO DA SABEDORIA ANCESTRAL DO BRASIL

Para promover a saúde integral a ecomedicina tupy focaliza o cuidar preventivo e terapêutico dos níveis físico, psíquico e espiritual de ser humano, do espaço ecológico, e a importância de reverenciar a ancestralidade para a harmonia individual, social e planetária.
Objetivo Geral
Conhecer os recursos da natureza - como fontes de cura e apoio no processo terapêutico - provenientes da antiga cultura tupy que se desmembrou em diversas etnias e grupos ao longo do desenvolvimento histórico e cultural do Brasil; que perfazem aproximadamente doze mil anos. Metodologia
Conhecimentos e práticas criadas por kaká Werá – expressão corporal, exercícios vocálicos, meditação, compartilhar em grupo, mitologias indígenas – inspiradas e fundamentadas na tradição tupy, obtidas no decorrer de quinze anos, de visitas, convivência, aprendizado com etnias de matriz tupy e Jê; além de extensa pesquisa bibliográfica sobre história, cosmovisões, mitologias e estudos diversos sobre o Brasil.Público Alvo
A todos os interessados no aprendizado vivencial, e nas possibilidades de aplicação dos conhecimentos da ecomedicina tupy, nas diversas áreas de atuação profissional como saúde, educação e organizações; bem como na promoção do autodesenvolvimento ético, saudável e sustentável.CoordenaçãoDra. Marcia Tabone: CRP 06/6384Mestre e Doutora em Psicologia Clínica /PUC/SPPsicoterapeuta com formação Junguiana/Traspessoal.Coordenadora do Curso de Especialização de Psicologia Transpessoal da FACISAutora: Psicologia Transpessoal: Ed. Cultrix,SPKaká Werá: Estudioso, pesquisador e divulgador da tradição ancestral do Brasil; principalmente nos aspectos de valores, psicologia e medicina tradicional.Conferencista Nacional e Internacional – apresentações em diversos países – França, Inglaterra, EUA, Índia, Escócia e em diversos estados do Brasil.Autor de três livros adotados em programas do Ministério da Educação e Cultura.Fundador do Instituto Arapoty
Postar um comentário

Postagens mais visitadas