Pular para o conteúdo principal

A natureza como caminho de cura


A NATUREZA COMO CAMINHO DE CURA INTEGRAL
NA VISÃO DA SABEDORIA ANCESTRAL DO BRASIL

Para promover a saúde integral a ecomedicina tupy focaliza o cuidar preventivo e terapêutico dos níveis físico, psíquico e espiritual de ser humano, do espaço ecológico, e a importância de reverenciar a ancestralidade para a harmonia individual, social e planetária.
Objetivo Geral
Conhecer os recursos da natureza - como fontes de cura e apoio no processo terapêutico - provenientes da antiga cultura tupy que se desmembrou em diversas etnias e grupos ao longo do desenvolvimento histórico e cultural do Brasil; que perfazem aproximadamente doze mil anos. Metodologia
Conhecimentos e práticas criadas por kaká Werá – expressão corporal, exercícios vocálicos, meditação, compartilhar em grupo, mitologias indígenas – inspiradas e fundamentadas na tradição tupy, obtidas no decorrer de quinze anos, de visitas, convivência, aprendizado com etnias de matriz tupy e Jê; além de extensa pesquisa bibliográfica sobre história, cosmovisões, mitologias e estudos diversos sobre o Brasil.Público Alvo
A todos os interessados no aprendizado vivencial, e nas possibilidades de aplicação dos conhecimentos da ecomedicina tupy, nas diversas áreas de atuação profissional como saúde, educação e organizações; bem como na promoção do autodesenvolvimento ético, saudável e sustentável.CoordenaçãoDra. Marcia Tabone: CRP 06/6384Mestre e Doutora em Psicologia Clínica /PUC/SPPsicoterapeuta com formação Junguiana/Traspessoal.Coordenadora do Curso de Especialização de Psicologia Transpessoal da FACISAutora: Psicologia Transpessoal: Ed. Cultrix,SPKaká Werá: Estudioso, pesquisador e divulgador da tradição ancestral do Brasil; principalmente nos aspectos de valores, psicologia e medicina tradicional.Conferencista Nacional e Internacional – apresentações em diversos países – França, Inglaterra, EUA, Índia, Escócia e em diversos estados do Brasil.Autor de três livros adotados em programas do Ministério da Educação e Cultura.Fundador do Instituto Arapoty
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

NOSSAS RAÍZES PRECISAM SER RESPEITADAS

Kaká Werá fala sobre a questão indígena

Quatro atitudes de paz que nos tornam ricos

Não sabemos muitas vezes definir a palavra paz, mas quando a ouvimos, algo de bom ressoa em nossos corações. Onde há paz, há riqueza em todas as suas dimensões: social, econômica, ecológica, e pessoal.  Mas embora seja difícil definí-la, podemos pelo menos refletir sobre o que nos põe fora dela e o que nos aproxima, integrando-a. Na sabedoria ancestral são reconhecidas quatro atitudes que nos distancia de sua luz : A primeira atitude que a torna longe de nossa presença pacífica é a ideia de separatividade. Os mestres de sabedoria ensinam que somos uma só vida desdobrada em muitos, que embora tenhamos uma individualidade, em essência somos uma mesma respiração desa Vida. Mas criamos de nossas individualidades segregações, visões de mundo e sobre nós mesmos  que geraram conflitos diversos, que tem trazido desde tempos imemoriais toda sorte e graus de dificuldades nos relacionamentos e convivências. A  segunda atitude que nos distancia da paz é aquele aspecto julgador que habita em cada…