Ainda há tempo

Ainda há tempo para lembrarmos quem e o que de fato somos. Ainda há tempo para discernirmos do papel que ocupamos no mundo em relação a nossa verdadeira natureza.
Ainda há tempo para respirarnmos calma e profundamente e sentir, mirando paisagens irreais á nossa volta, que somos um sopro sagrado, luminoso, e único.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quatro atitudes de paz que nos tornam ricos

COMO TORNAR SEU LUGAR SAGRADO