Pular para o conteúdo principal

Unipaz do Rio de Janeiro

20 e 21 de MARÇO - Tradição Ancestral Brasileira

"O Brasil ancestral já era uma terra de "mil povos" com inúmeras maneiras de conceber a realidade física e outros níveis da realidade através de suas filosofias e cosmovisões. Dentre elas, a imemorial cosmovisão tupy e as tradições solares e lunares.
Ao contrário do que é dito na história oficial, esses povos deixaram saberes complexos e profundos sobre o ser e sobre a natureza e edificaram sistemas comunitários de vida, medicinas, comportamentos e filosofia como, por exemplo, os três níveis da ancestralidade, a nossa árvore ancestral: a ancestralidade biológica, nossas raízes no mundo físico; a ancestralidade anímica, tecida com as forças que vêm dos quatro elementos, das quatro energias e das quatro direções da natureza; a ancestralidade divina, a nossa essência primordial.
Neste encontro serão abordados os itens:
> Panorama geral dos povos antigos do Brasil.
> A cosmovisão tupy e sua influência nas raízes ancestrais do Brasil.
> Os Fundamentos do Ser, segundo a filosofia tupy.
> O xamanismo tupy: origem, sistema e métodos.
> Os três níveis da ancestralidade, o culto aos ancestrais, seu objetivo e sentido.
8 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOSSAS RAÍZES PRECISAM SER RESPEITADAS

Kaká Werá fala sobre a questão indígena

ÍNDIO É PROGRESSO

Da época da colonização para os tempos atuais de certa forma ocorreu uma evolução no relacionamento da sociedade para com os povos indígenas. No início foram escravizados. Pouco mais de um século depois, com o advento da escravização africana foram perseguidos para serem mortos por serem considerado “estorvo” para os caçadores de tesouro. Com o tempo, foi-se caipirizando e caboclando os remanescentes das mais diversas etnias e apagadas suas memórias ancestrais.   Somente na metade do século XX é que começou a haver um interesse mais humanista pela diversidade étnica brasileira, que coincidiu com o delineamento da democracia nos anos 80, colaborando  também para surgir um movimento de cidadania indígena e revitalização de suas lutas históricas. No passado foram as chamadas “bandeiras” que destituíram milhares de comunidades de suas tradições e modo de ser. Atualmente  a pressão de grandes obras de infraestrutura em locais que por direito é destinado á povos indígenas ou á preservação amb…