Superar a miséria social é redignificar o ser

Durante muito tempo da minha vida presenciei que a prática da dependência social a partir de ações que acomodam as pessoas em recebimento de migalhas ocasionais causam grande dano á alma, á dignidade e ao senso de liberdade, tanto no nível individual quanto coletivamente.
A lógica de tais práticas são revestidas de um suposto "bem", contra um suposto "mal" social.
Foi assim que percebi que a melhor maneira de ajudar uma comunidade ou uma pessoa era estimulando-a á descoberta de métodos e possibilidades de ajudarem á si próprias, gerando condições favoráveis através de reflexões de possibilidades e tomadas de iniciativas, tanto no campo da sustentabilidade econômica quanto no campo afetivo pessoal.
Embora tenha trabalhado com indígenas com esse enfoque, percebo que também o indivíduo de classe social baixa necessita do mesmo tipo de estímulo.
Onde a ênfase é fomentar condições para a inserção da pessoa á condição de cidadão de verdade.

Comentários

  1. Obrigada kaká, por partilhar sabedoria e experiência de praticas vividas e aplicadas.
    Saudades,
    Priscila Fonseca

    ResponderExcluir

Postar um comentário

comente este artigo

Postagens mais visitadas