Pular para o conteúdo principal

A Mãe Terra, catástrofes e o Japão

Admiro muito o povo japonês! A ancestral filosofia xintoísta, as diversas linhagens do budismo, o zen, o guerreiro samuraí, a ética exemplar de cidadania, a inteligência tecnológica, a capacidade de superação!!! São muitos os exemplos de admiração.
Uma nação cujo destino foi florescer em um ponto geológico que representa uma fratura da Terra. Uma nação que sabe desde a muito tempo que correria riscos imprevistos de tempos em tempos. Uma nação que teve a coragem de se desenvolver no olho do furacão, metaforicamente falando.
Por isso, neste momento tão delicado e transformador, em que a Mãe Terra se movimenta buscando um reposicionamente do seu eixo e espiritualmente se purifica através das forças da natureza, buscando a retomada da harmonia, peço que de nossos corações e mentalizações possam expressar o sincero desejo de cura, harmonia e paz; envolvendo toda a nação japonesa,que habita dentro e fora de seu território;para que cessem definitivamente os males coletivos que este povo atravessa! Que O Grande Espírito, envolva e abençoe este território!!!
Assim Seja!!!
3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOSSAS RAÍZES PRECISAM SER RESPEITADAS

Kaká Werá fala sobre a questão indígena

Quatro atitudes de paz que nos tornam ricos

Não sabemos muitas vezes definir a palavra paz, mas quando a ouvimos, algo de bom ressoa em nossos corações. Onde há paz, há riqueza em todas as suas dimensões: social, econômica, ecológica, e pessoal.  Mas embora seja difícil definí-la, podemos pelo menos refletir sobre o que nos põe fora dela e o que nos aproxima, integrando-a. Na sabedoria ancestral são reconhecidas quatro atitudes que nos distancia de sua luz : A primeira atitude que a torna longe de nossa presença pacífica é a ideia de separatividade. Os mestres de sabedoria ensinam que somos uma só vida desdobrada em muitos, que embora tenhamos uma individualidade, em essência somos uma mesma respiração desa Vida. Mas criamos de nossas individualidades segregações, visões de mundo e sobre nós mesmos  que geraram conflitos diversos, que tem trazido desde tempos imemoriais toda sorte e graus de dificuldades nos relacionamentos e convivências. A  segunda atitude que nos distancia da paz é aquele aspecto julgador que habita em cada…