Pular para o conteúdo principal

Índios são preparados para mercado de trabalho

Dourados vai iniciar nos próximos dias uma ação inédita: qualificação de mão-de-obra indígena para garantir trabalho aos índios das aldeias Bororó e Jaguapiru, que juntas formam a reserva indígena mais populosa do país. A iniciativa é do prefeito Murilo Zauith. Os cursos serão aplicados através do projeto Qualifica Dourados, que vai preparar também os trabalhadores da cidade.


Nesta quinta-feira, uma equipe da Semaic (Secretaria de Agricultura, Indústria e Comércio) permaneceu o dia na reserva preparando currículos de homens e mulheres indígenas interessados em entrar no mercado de trabalho formal.


A proposta de incluir os índios no programa partiu de uma decisão do prefeito. No entendimento de Murilo, a inserção dos índios no mercado de trabalho é um dos caminhos para contribuir com a melhoria das condições de vida na reserva indígena.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A espiritualidade da natureza

A espiritualidade não é um movimento e nem uma ideologia. Não é uma teoria criada por alguém. Também não é privilégio de alguns. Embora não seja reconhecida por inúmeras pessoas.  A espiritualidade é um princípio universal que está na base da sabedoria humana. Ao longo da presença de diversas culturas pelo mundo desde épocas imemoriais ela tem estado presente em sistemas de conhecimento, filosofias, cosmovisões, memórias, etc. A mais antiga noção de espírito e de espiritualidade vem da natureza. Ela foi e é a inspiradora do reconhecimento e do desvendamento do mistério que somos. Nesse sentido as culturas que se formaram com laços fortemente traçados com a natureza desenvolveram uma espiritualidade e uma visão de espirito de extrema poesia e integração. Uma das culturas que se expressou de um modo agudo e profundo essa relação do espírito com a natureza foi a tradição tupi. Umas das mais antigas raízes culturais do Brasil.  A tradição tupi tem mais de 12.000 anos de presença na face …

NOSSAS RAÍZES PRECISAM SER RESPEITADAS

Kaká Werá fala sobre a questão indígena