Postagens

Mostrando postagens de Março 20, 2011

Ano Internacional das Florestas

A presença e importância das florestas é fundamental não somente por todas as razões sociais e ambientais - ela vai além - e atinge a dimensão da alma.
Nas mitologias de todos os povos indígenas do Brasil, o ser humano inicia sua trajetória na dimensão da vida terrena, através de um corpo físico, mas antes passa por um estágio preparatório nas florestas,nos diversos ecossistemas, pelos reinos: mineral, vegetal, animal.
Segundo estas mitologias, a alma humana Inicia sua jornada como um ser encantado, ou seja, um elemental da natureza. Diversos cantos de povos nativos dizem:Fomos cristais, fomos árvores, fomos animais. Estas marcas, memórias, ou registros, estão gravados em nossas almas.
É por isso quando entramos em contatos com jardins, parques, canteiros, vasos, ou mesmo própria floresta ou bosque; sentimos um bem estar interior, pois uma dimensão imemorial é tocada, de uma época em que a respiração das estações, a luz do sol e da lua, e a noite com suas estrelas, já nos bastava.

Indio quer escola digna

A escola indígena Kaakupé (Atrás da Mata, em português), na aldeia guarani Kuriy (Pé de Pinheiro), está registrada no Ministério da Educação e na Secretaria de Educação de Santa Catarina. Tinha 8 alunos em 2010, segundo dados do Censo Escolar. Na prática, a escola funciona na sala de estar de uma antiga casa em que vivem três famílias indígenas.

Kaakupé é uma das 2.765 escolas indígenas do país, segundo o Censo Escolar 2010. Em 2010, o número de matrículas nessas instituições foi de cerca de 246 mil, 0,5% do total da educação básica.

O país tem 460 mil índios em 225 aldeias, segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai). A média de estudo entre eles era de 3,9 anos em 2009, de acordo com o IBGE. A maioria dos alunos indígenas, 175 mil, está no ensino fundamental. Outros 22 mil fazem a educação infantil, 27 mil fazem o ensino médio, 21 mil fazem a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e mil fazem a educação profissional. Outros três mil fazem licenciaturas específicas para indígenas.

As in…

Obama é alertado para apoiar os guarani

A Organização Survival International pediu ao presidente dos EUA, Barack Obama, para apoiar os índios Guarani do Brasil, cujas vidas estão ameaçadas pelo ‘boom’ na indústria da cana de açúcar.

A Survival instou ao Presidente Obama para discutir a situação desesperada dos Guarani com a nova Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, durante sua viagem ao Brasil neste fim de semana.

A demanda por etanol, um bio-combustível derivado de cana de açúcar, está crescendo nos EUA e as importações provenientes do Brasil poderão crescer consideravelmente.

A cana está sendo cultivada ilegalmente na terra ancestral dos Guarani, que é de grande importância espiritual para os índios e da qual dependem para sua sobrevivência.

Ela está poluindo os rios dos Guarani, matando peixes e causando diarréia, dores de cabeça e outras doenças entre os índios.

Ambrósio Vilhalva, um homem Guarani de uma das comunidades afetadas, disse à Survival, ‘As plantações de cana estão acabando com os índios. Nossas terras estão…