Pular para o conteúdo principal

A TRIBO QUE VAI TRANSFORMAR O PIAUÍ


Henrique, Kaká, Tomaz e Harume: análise dos trabalhos. Fotos: Tatiana Cardeal.
Mais de 200 universitários de todo o país se inscreveram para o projeto A Gente Transforma (AGT) 2012 – Chapada do Araripe. E não foi tarefa fácil escolher o grupo que irá ao povoado de Várzea Queimada, no coração do semiárido, participar das ações que vão transformar a comunidade em um lugar melhor para viver, com geração de renda e justiça social.
O alto nível dos trabalhos apresentados foi o ponto forte do processo seletivo. Criatividade, compreensão da realidade local, percepção socioambiental e propostas concretas do que fazer estavam presentes em praticamente todos os trabalhos. Por conta disso, a comissão julgadora optou por ampliar de 15 para 17 o número de estudantes selecionados.
Em fevereiro, eles irão à Várzea Queimada para unir esforços com a comunidade e encontrar soluções de permacultura para melhorar o saneamento básico, a iluminação das casas, o problema da água contaminada e da falta de infraestrutura. Nessa tarefa, os estudantes serão orientados pelos arquitetos e urbanistas Henrique Pinheiro e Tomaz Lotufo.
Em paralelo, a equipe coordenada pelo designer Marcelo Rosenbaum vai se unir aos artesãos locais para uma série de oficinas de capacitação e geração de renda. O objetivo será a produção de novas peças, voltadas para o mercado brasileiro de decoração.
Tomaz, Adriana e Ana: trabalhos de alto nível dificultaram a escolha.
O AGT 2012 é uma parceria do escritório Rosenbaum® com o SEBRAE-PI e com o Governo do Estado do Piauí.
Confira a lista dos estudantes que farão parte do AGT 2012..

.
Foram avaliados mais de 200 trabalhos.
.Comissão de seleção
As seguintes pessoas fizeram parte da comissão de seleção: Adriana Benguela – arquiteta e diretora geral do AGT; Ana Galli – arquiteta; Ana Paula Harumi – arquiteta e coordenadora do AGT; Elaine Saron – diretora de projetos do Instituto Arapoty; Henrique Pinheiro – arquiteto e urbanista; Kaká Werá, diretor-presidente do Instituto Arapoty; Marcelo Rosenbaum – designer e diretor geral do AGT; Marques Casara – jornalista e diretor de conteúdo do AGT; Tomaz Lotufo – arquiteto e urbanista.
Marcelo e Elaine assistem os vídeos enviados pelos candidatos.
Comentários
No geral, os trabalhos estavam brilhantes. Minha percepção é a de que os alunos querem ir para ajudar, para somar esforços com a comunidadeKaká Werá.
Fiquei impressionada com o nível de consciência social dos estudantes que participaram do processo seletivoAdriana Benguela.
Vi muita gente conectada, querendo transformar o nosso país em um lugar melhor. São jovens que poderiam estar fazendo outra coisa durante as férias, mas que optaram viajar com o AGT para um lugar árido e difícilMarcelo Rosenbaum.
A equipe responsável pelo processo seletivo foi bem coerente nos critérios. Formamos um grupo o mais interdisciplinar possível. Assistir os vídeos dos inscritos mostrou que os estudantes estão conectados com o momento e com a temática. Parabéns a todos os selecionados e aos que enviaram vídeos e textosHenrique Pinheiro.
O processo de seleção foi muito desafiador para nós. Os vídeos demonstram grande esforço e dedicação por parte de universitários de todo o país. Muitos jovens evidenciaram espírito de mudança e vontade de transformar a sociedade, colocando de fato a mão na massaTomaz Lotufo.

Rosenbaum em entrevista à ÉPOCA sobre o AGT


A Revista Época publicou nessa terça-feira, 17 de janeiro, uma entrevista super bacana com o Marcelo sobre o projeto A Gente Transforma.
Agradecemos ao time da redação da Época e reproduzimos logo aqui abaixo a entrevista na íntegra.
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A espiritualidade da natureza

A espiritualidade não é um movimento e nem uma ideologia. Não é uma teoria criada por alguém. Também não é privilégio de alguns. Embora não seja reconhecida por inúmeras pessoas.  A espiritualidade é um princípio universal que está na base da sabedoria humana. Ao longo da presença de diversas culturas pelo mundo desde épocas imemoriais ela tem estado presente em sistemas de conhecimento, filosofias, cosmovisões, memórias, etc. A mais antiga noção de espírito e de espiritualidade vem da natureza. Ela foi e é a inspiradora do reconhecimento e do desvendamento do mistério que somos. Nesse sentido as culturas que se formaram com laços fortemente traçados com a natureza desenvolveram uma espiritualidade e uma visão de espirito de extrema poesia e integração. Uma das culturas que se expressou de um modo agudo e profundo essa relação do espírito com a natureza foi a tradição tupi. Umas das mais antigas raízes culturais do Brasil.  A tradição tupi tem mais de 12.000 anos de presença na face …

TEKOA: COMO TORNAR UM LUGAR SAGRADO

Esses dias recebi uma frase no facebook, atribuída á um biólogo, que dizia o seguinte: "se desaparecessem todos os insetos da Terra, em 50 anos a vida no planeta se exterminaria; mas se desaparecessem os seres humanos, em 50 anos toda a Terra seria reconstituída e renovada com toda a sua biodiversidade" . Não creio que há exageros nisso, realmente nós, seres humanos temos tido comportamentos terríveis em relação ao modo como interagimos com o espaço em que vivemos: seja ele o ambiente, o lugar onde moramos e também com as pessoas com quem convivemos. Dizem alguns mestres de sabedoria que um espaço em desarmonia é resultado de uma mente em desarmonia. Uma casa em desarmonia é resultado de uma mente em desarmonia. Um corpo em desarmonia também é resultado de uma mente em desarmonia.Por isso, independente de ambientes sofisticados ou simples, ao cuidar do lugar, com gratidão e carinho, ele refletirá esse "clima". Assim também, quando arrumamos a nossa "casa" …

A raiz do xamanismo e da sabedoria tupi

É
É com grande alegria que anunciamos a publicação de mais este importante livro, que contém os preciosos fundamentos de uma das grandes tradições espirituais da América do Sul: a tradição ancestral tupi-guarani! "Desde os últimos duzentos anos de peregrinação tupi-guarani, existe uma profecia que fala do retorno de Tupã no coração dos Homens, para iniciar ‘a quarta humanidade’. Segundo essa antiga tradição, Tupã é um dos nomes do Grande Espírito, do Sagrado Mistério, da causa de toda emanação de vida. É a Consciência Infinita, presente, mas adormecida em nossos corações e mentes, que precisa ser despertada. Existe uma via chamada ‘Apecatu Ava-porã’, que significa O Caminho do Homem Sagrado. É um método de aprimoramento pessoal em que a natureza e suas forças apoiam o ser humano em seu alinhamento, despertar e integração da consciência a partir de músicas, meditações e sons apropriados. Para isso, ‘há que se conhecer o Trovão e o Vento’, diziam os antigos mestres Nessa via, o Tro…