A TRIBO QUE VAI TRANSFORMAR O PIAUÍ


Henrique, Kaká, Tomaz e Harume: análise dos trabalhos. Fotos: Tatiana Cardeal.
Mais de 200 universitários de todo o país se inscreveram para o projeto A Gente Transforma (AGT) 2012 – Chapada do Araripe. E não foi tarefa fácil escolher o grupo que irá ao povoado de Várzea Queimada, no coração do semiárido, participar das ações que vão transformar a comunidade em um lugar melhor para viver, com geração de renda e justiça social.
O alto nível dos trabalhos apresentados foi o ponto forte do processo seletivo. Criatividade, compreensão da realidade local, percepção socioambiental e propostas concretas do que fazer estavam presentes em praticamente todos os trabalhos. Por conta disso, a comissão julgadora optou por ampliar de 15 para 17 o número de estudantes selecionados.
Em fevereiro, eles irão à Várzea Queimada para unir esforços com a comunidade e encontrar soluções de permacultura para melhorar o saneamento básico, a iluminação das casas, o problema da água contaminada e da falta de infraestrutura. Nessa tarefa, os estudantes serão orientados pelos arquitetos e urbanistas Henrique Pinheiro e Tomaz Lotufo.
Em paralelo, a equipe coordenada pelo designer Marcelo Rosenbaum vai se unir aos artesãos locais para uma série de oficinas de capacitação e geração de renda. O objetivo será a produção de novas peças, voltadas para o mercado brasileiro de decoração.
Tomaz, Adriana e Ana: trabalhos de alto nível dificultaram a escolha.
O AGT 2012 é uma parceria do escritório Rosenbaum® com o SEBRAE-PI e com o Governo do Estado do Piauí.
Confira a lista dos estudantes que farão parte do AGT 2012..

.
Foram avaliados mais de 200 trabalhos.
.Comissão de seleção
As seguintes pessoas fizeram parte da comissão de seleção: Adriana Benguela – arquiteta e diretora geral do AGT; Ana Galli – arquiteta; Ana Paula Harumi – arquiteta e coordenadora do AGT; Elaine Saron – diretora de projetos do Instituto Arapoty; Henrique Pinheiro – arquiteto e urbanista; Kaká Werá, diretor-presidente do Instituto Arapoty; Marcelo Rosenbaum – designer e diretor geral do AGT; Marques Casara – jornalista e diretor de conteúdo do AGT; Tomaz Lotufo – arquiteto e urbanista.
Marcelo e Elaine assistem os vídeos enviados pelos candidatos.
Comentários
No geral, os trabalhos estavam brilhantes. Minha percepção é a de que os alunos querem ir para ajudar, para somar esforços com a comunidadeKaká Werá.
Fiquei impressionada com o nível de consciência social dos estudantes que participaram do processo seletivoAdriana Benguela.
Vi muita gente conectada, querendo transformar o nosso país em um lugar melhor. São jovens que poderiam estar fazendo outra coisa durante as férias, mas que optaram viajar com o AGT para um lugar árido e difícilMarcelo Rosenbaum.
A equipe responsável pelo processo seletivo foi bem coerente nos critérios. Formamos um grupo o mais interdisciplinar possível. Assistir os vídeos dos inscritos mostrou que os estudantes estão conectados com o momento e com a temática. Parabéns a todos os selecionados e aos que enviaram vídeos e textosHenrique Pinheiro.
O processo de seleção foi muito desafiador para nós. Os vídeos demonstram grande esforço e dedicação por parte de universitários de todo o país. Muitos jovens evidenciaram espírito de mudança e vontade de transformar a sociedade, colocando de fato a mão na massaTomaz Lotufo.

Rosenbaum em entrevista à ÉPOCA sobre o AGT


A Revista Época publicou nessa terça-feira, 17 de janeiro, uma entrevista super bacana com o Marcelo sobre o projeto A Gente Transforma.
Agradecemos ao time da redação da Época e reproduzimos logo aqui abaixo a entrevista na íntegra.
1 comentário

Postagens mais visitadas