Assistir Xingú para conhecer Brasil

Tive o privilégio de assistir o filme Xingú com alguns parentes xinguanos, entre eles, Megaron. Emoção na platéia e emoção no telão! Um épico que mostra uma imagem crucial da história do Brasil que deveríamos aprender na escola.
 Em quinhentos anos de relações entre índios e não-índios, marca um dos raros momentos na linha da tempo histórico brasileiro em que lideranças não indígenas se posicionaram de um modo mais coerente em relação á diversidade de povos milenares do Brasil. Um drama complexo no período em que o militarismo com seu viés ditatorial se apossava do comando da nação.
Ali está o registro de um hábito que vem se repetindo nestes séculos afora. O modo distorcido com que o ser humano invade e se relaciona com o ecossistema e as culturas e civilizações diferentes dos "colonizadores". Gastaram milhões e milhões até o projeto "Transamazônica", que do ponto de vista de retorno socio-econômico foi um fiasco, mas do ponto de vista do custo de vidas e de civilizações humanas e biodiversidade foi com certeza pior que o holocausto.
Mas o filme Xingu também nos dá a idéia de que a compaixão, o respeito e o apreço pelo "outro", é possível, e por vezes é capaz de conquistas grandiosas. Naquela época, conseguir criar o Parque Nacional do Xingú, foi um exemplo disso.
Vale muito a pena ver o fime! O Brasil precisa conhecer o Brasil!

Comentários

Postagens mais visitadas