Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 13, 2012

Kadiweu busca retomar terras

Desde o último dia 27, os índios da etnia Kadiwéu já ocuparam ao menos 12 fazendas na região de Corumbá, município que fica a 430 quilômetros da capital do estado, Campo Grande. Segundo a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), o total de áreas “invadidas” em todo o estado por índios de diversas etnias já chega a 60, aumentando o clima de tensão e de insegurança jurídica em torno da questão.
Segundo as pessoas ouvidas, o conflito no estado só começará a ser resolvido com o julgamento, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), da Ação Cível Ordinária 368-7, ajuizada em 1987, por pecuaristas que disputam com os kadiwéu a propriedade dos 155 mil hectares (um hectare equivale a aproximadamente a um campo de futebol) onde ficam as 12 fazendas ocupadas.
Para os procuradores da República Emerson Kalif Siqueira e Wilson Rocha Assis, que visitaram algumas das propriedades na última sexta-feira (10), as fazendas “ocupadas” estão dentro dos limites da Ter…

Kaká Werá estará em Recife

Rio mais 20 é oportunidade do Homem reconciliar com a Terra

Situação dos índios no Rio de Janeiro Preocupa

                                                                                                                  Folha de São Paulo O peixe assado na folha de bananeira é preparado no fogão à lenha. A farinha de mandioca já está posta sobre a mesa, rodeada por dez índios. Em uma aldeia no meio da cidade do Rio de Janeiro, o almoço é certo. O que preocupa é o destino do grupo, que vive na área do antigo Museu do Índio. Localizado ao lado do Estádio do Maracanã, palavra que significa arara na língua tupi-guarani, a área pode ser desocupada para obras da Copa do Mundo de 2014.
A intenção dos índios é levar o tema para discussões paralelas com a sociedade na Rio+20.
De acordo com as lideranças no local, há informações controversas sobre o destino do antigo museu, que fica na Tijuca, na zona norte.
"Não queremos tumultuar, mas saber das autoridades, diretamente, qual é o destino disso aqui. Falaram que ia ser passarela, depois, estacionamento, depois shopping esportivo.…