Autoconhecimento e Ancestralidade

A tradição tupy do ponto de vista arqueológico e antropológico tem sua presença no Brasil á aproximadamente 12.000 anos. Além disso, geneticamente, marca o nascimento do país no século XVI devido ao início da miscigenação conflituosa que passou a ocorrer nesta época com a chegada dos europeus, notadamente: portugueses, franceses, holandeses e também espanhóis.
Entre as grandes contribuições desta tradição, devemos destacar a cosmovisão e filosofia do ser. Estas são realmente profundas e grandiosas.
A visão tupy do universo e da terra se assemelha á das grandes culturas milenares como o hinduísmo e ao mesmo tempo não se distancia da ciência. Nesta visão, o Universo é um desdobramento de Tupã, expressão que significa "clarão que expande e vibra como um trovão". E sua filosofia afirma que o ser humano é em essência uma "vibração vivificada", que possui o dom criador e a luz emanadora da vida.
Esta tradição é uma escola de autoconhecimento das mais antigas da Terra, vale a pena pesquisar mais.Por isto os convido para realizar esta pesquisa comigo, na Unipaz. Para quem se interessa por saberes ancestrais, vale a pena.

VEJA TAMBÉM