Pular para o conteúdo principal

Vivenciar a Natureza e sustentar a vida

O ser humano precisa urgentemente vivenciar mais a natureza. Sentir o chão através dos pés, sentir o solo com a sola dos pés livres. Sentir o aroma dos jardins, das matas, das montanhas, das praias. Mas sentir o aroma focado no sabor e prazer que ele proporciona. Tocar as mãos nas águas, nas corredeiras, nos pequenos rios e e pequenos riachos. Precisa tocar a transparência das águas. Isto é vivenciar a natureza. Precisa olhar o céu de noite sem a pressão dos compromissos nem das perturbações que as preocupações promovem. Precisa olhar o sol quando nasce. Precisa de tudo isso. E tudo isso é quase nada. mas imprescindível para a vida.
O ser humano precisa ir a praia para prestar-lhe reverência. Não para poluí-la com suas atitudes e resíduos dos supermercados.
O ser humano precisa ir á montanha para prestar-lhe reverência. Não para de um modo prepotente se achar superior á ela. Fincar uma bandeira e dizer: sou o melhor.
O ser humano precisa ir á floresta. Não para patentear suas riquezas e nomeá-las como suas.
O ser humano precisa vivenciar a natureza para perceber que somente uma evolução é possível; aquela em que o lugar onde ele habita é cuidado com carinho e manejado com responsabilidade.


Postagens mais visitadas deste blog

NOSSAS RAÍZES PRECISAM SER RESPEITADAS

Kaká Werá fala sobre a questão indígena

ÍNDIO É PROGRESSO

Da época da colonização para os tempos atuais de certa forma ocorreu uma evolução no relacionamento da sociedade para com os povos indígenas. No início foram escravizados. Pouco mais de um século depois, com o advento da escravização africana foram perseguidos para serem mortos por serem considerado “estorvo” para os caçadores de tesouro. Com o tempo, foi-se caipirizando e caboclando os remanescentes das mais diversas etnias e apagadas suas memórias ancestrais.   Somente na metade do século XX é que começou a haver um interesse mais humanista pela diversidade étnica brasileira, que coincidiu com o delineamento da democracia nos anos 80, colaborando  também para surgir um movimento de cidadania indígena e revitalização de suas lutas históricas. No passado foram as chamadas “bandeiras” que destituíram milhares de comunidades de suas tradições e modo de ser. Atualmente  a pressão de grandes obras de infraestrutura em locais que por direito é destinado á povos indígenas ou á preservação amb…