Mutirão é tecnologia da cooperação

Uma das características da tradição tupy que podemos considerar preciosas é o habito da puxirum, ou mutirum, ou ainda mutirão, conforme foi aportuguesado após o século XVI.
O mutirão é a arte do apoio coletivo, da mutualidade, da criação de vínculos respeitosos entre pessoas e famílias diversas.
O mutirão era fundamental para se formar um aldeamento, para se edificar uma casa, e para enfrentar situações críticas tanto sociais quanto individuais.
Somente foi possível existir uma sociedade sustentável, como foram as inúmeras etnias que passaram pelo Brasil e aquelas que ainda existem devido a prática do mutirão.
Aliás, o brasileiro mais simples, e portanto mais profundo, reconhece o mutirão com naturalidade e como um meio de sociabilização.

VEJA TAMBÉM