Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 29, 2015

BANIWA LUTA PELA REDEMOCRATIZAÇÃO DA AMAZONIA

Gersem Baniwa se declara determinado a travar todas as lutas para reinventar a democracia no Brasil  (Winnetou Almeida) É na comunidade onde nasceu, Carara, no rio Içana, que Gersem José dos Santos Luciano Baniwa começa, como professor, a caminhada de líder indígena. Tinha 20 anos em 1985 e acabara de concluir o ensino médio. Vivia dois momentos antagônicos. Um como parte de um povo que estava fadado à extinção ou sobreviver deixando de ser índio. Outro, vivenciando as tradições culturais baniwas - "um dos períodos mais ricos da minha vida", registrada. Hoje, doutor em antropologia social, o diretor do Departamento de Políticas Afirmativas da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Gersem Baniwa se declara determinado a travar todas as lutas para reinventar a democracia no Brasil. "Tenho a alegria e a satisfação de ter participado desse acontecimento tão importante para a sociedade brasileira e, particularmente na Amazônia, para nós povos indígenas, que foi a luta pela…

Brasil era Kaiowá

Desde o inicio do período da ditadura no Brasil que os povos de origem guarani são expulsos de suas terras no Mato Grosso do Sul, Foram mais de 30 mil ao longo de mais de 20 anos. Na década de oitenta quando chegaram os posseiros mais impetuosos, que hoje são chamados de fazendeiros, de produtores rurais, ou de ruralistas; iniciou um período agudo de crise e depressão cultural que resultou nos primeiros suicídios coletivos dos kaiowá. Foi nessa época que a imprensa internacional noticiou tal sintoma e a repercussão foi grande.  No final da década de oitenta não havia internet e suas redes sociais; por isso era mais difícil ainda noticiar fatos e questões fora da "pauta" oficial da chamada "grande mídia" do Brasil. Esses posseiros geraram problemas sociais que antes não havia dentro do sistema cultural guarani. Casos de violência sexual contra mulheres guarani muito jovens, trabalho escravo nos canaviais da época, que alguns anos depois foi substituído pela soja, p…

Enraizar na vida. Viver inteiramente. Mãe Árvore, nos ensine.

Arvorecer é preciso.

Árvore é vida

A manutenção dos ecossistemas e dos climas em fluxo harmonioso depende profundamente da relação entre as árvores e os homens. As culturas antigas consideram as árvores como avós de toda a humanidade. Possuidoras de mistérios, eram honradas com celebrações e espírito de gratidão.