Mudar a história

Índios são ameaçados por desastres sociais, reservas indígenas são invadidas por garimpeiros, índios são bombardeados em ônibus vindos da escola rural. São diversas as más notícias sobre índios que ocorrem neste momento, principalmente entre o norte, o nordeste e o centro do Brasil.
A degradação acentuada da amazônia atinge diretamente inúmeras pessoas de tradição indígena, caboclos, ribeirinhos. além de todos os ecossistemas desta região.
Por trâs disso está uma mentalidade centrada em um falso progresso e em um falso desenvolvimento, pois embora diretamente em curto prazo são estes povos os afetados, na verdade toda a sociedade torna-se vítima de tal modo de agir, pois á médio prazo estas ações produzem catástrofes sociais, naturais e anti-naturais em diversas regiões do país.
Só o uso adequado dos recursos naturais, o investimento em geração de energia limpa e um enorme esforço da sociedade urbana em partir para um consumo ecologicamente correto pode atenuar muitos dos problemas sociais que ora estão vigentes em todos os lugares do país.
Estamos vivendo uma crise sem precedentes na história da humanidade, e a raiz desta crise está no modo como lidamos com os recursos naturais, o modo como lidamos com as pessoas de diferentes origens e culturas, o modo como lidamos com a economia: colocando a ganância á frente da correta prosperidade; e também o modo como lidamos conosco mesmos: medos, crenças reacionárias, valores mediocres. Estas são as raízes da crise.
Temos que assumir uma outra postura e comportamento urgente com os recursos naturais, substituindo a voracidade pelo manejo adequado, pelo respeito e pelo cuidado.
Temos que assumir uma outra postura e comportamento urgente em relação  as diferentes pessoas e culturas, substituindo o preconceito e intolerância pelo respeito e acolhimento.
Temos que assumir uma outra postura em rela;cão á economia e as nossas considerações de riqueza e prosperidade. Considerando o equilíbrio ecológico, social e qualidade devida como riqueza.


Temos que assumir uma outra postura com relação á nós mesmos; assumindo a responsabilidade e a necessidade de transformação interna, eliminando medos, falsas crenças e acolhermos aquela qualidade inerente ao ser, a compaixão. 
Postar um comentário

VEJA TAMBÉM